quarta-feira, 23 de julho de 2014

ESCOLA DE PAIS


A PSICOPEDAGOGA DE NOSSA ESCOLA,  MÁRCIA PUNTEL, 
TEM REALIZADO PALESTRAS COM OS FAMILIARES DE 
NOSSOS ESTUDANTES.   NESTAS PALESTRAS 
TEM ABORDADO TEMAS  FUNDAMENTAIS PARA A EDUCAÇÃO, BUSCANDO  UM DESENVOLVIMENTO INTEGRAL DE NOSSAS CRIANÇAS!




COMO EDUCAR MEU FILHO COM RESPONSABILIDADE?

COMO TRANSFORMÁ-LO NUMA PESSOA E NUM CIDADÃO RESPONSÁVEL?


Nossa sociedade mudou, temos uma inversão de papeis e valores, mais informação que podemos absorver, a mulher trabalha fora, o avanço tecnológico foi grande, a família mudou, a criança mudou, o aluno e a escola também mudaram... Tanta mudança gera confusão e expectativas.
Buscando proteger os filhos das mudanças, os pais estão oferecendo proteção excessiva, ao invés de desenvolver as capacidades dos filhos para que eles vençam na sociedade. A família está perdida e acaba achando que a escola é que tem que educar seus filhos. A família é responsável pela educação e a escola, pela formação de habilidades para competências na vida adulta.
Neste contexto, o melhor que podemos fazer por nossos filhos é sermos consistentes na sua formação desde bem pequenos, a frustração, o não dito com firmeza, as tarefas diárias, o dinheiro regulado, o tempo bem distribuído, entre outros limites, favorecem a conscientização cidadã. Mas, nada disto terá qualquer significado se não for mediado pelo exemplo dos adultos; nossos filhos são frutos do meio, porém é na relação familiar que os verdadeiros valores se formam e se consolidam. De nada adianta os pais darem limites, como assistir à tevê só em determinadas horas, proibir certos tipos de música, cobrar respeito ao próximo, exigir que não falem palavrões, se eles burlam as leis e os valores morais e adotam a postura: “faça o que eu falo, mas não faça o que eu faço”.
Suas atitudes valem mais que mil palavras. Busque ações simples e concretas que possam ajudar seu filho a assumir responsabilidade de forma coesa e correta, como por exemplo: peça a seu filho, principalmente os menores, para que o ajude com os afazeres ( guardar os brinquedos, limpar a mesa ou guardar a roupa limpa), comente com eles os programas e músicas atuais, coloque-o a par da realidade financeira da família. A criança que aprende ter responsabilidades desde pequena, sai melhor na escola e na vida!
Lembre-se: “ a palavra convence, o exemplo arrasta”. Seja um modelo a ser seguido, que lê, acha a aprendizagem emocionante, gosta de resolver problemas, tentar coisas novas e que respeita a si mesmo, o outro e as regras da sociedade.
Quando a criança entra na escola, ela começa a enfrentar a vida por conta própria. Na escola, seu filho deverá compreender que os deveres de casa, os trabalhos escolares e as notas são questões estritamente entre ele e seus professores, que deverão estabelecer as metas para atingir um melhor aproveitamento escolar. Seu filho deve se sentir responsável pelo êxito e pelos fracassos na escola, porém os pais tem a obrigação de acompanhar e supervisionar este processo. Quando este processo não ocorre, a cena que se vê são pais cobrando e filhos enrolando. Não se torne o responsável pelo dever de casa. Dê autonomia para seu filho e também demonstre que confia em sua capacidade. Já pensou ao invés de cobrar o dever de casa, perguntar a que horas ele irá fazer e se irá precisar de algo específico para as atividades. Isto é ser parceiro no processo e não o dono do processo.
Assumir a responsabilidade pelos deveres de casa ajuda as crianças a crescerem e se tornarem adultos responsáveis que cumprem suas promessas, respeitam seus limites e triunfam em suas tarefas. Um dos principais objetivos do dever de casa é ensinar a seu filho como trabalhar por conta própria. Por outro lado, não se esqueça que é muito importante que ele perceba sua atenção e supervisão as tarefas escolares e atividades diárias da criança, sendo muio importante o estabelecimento de uma rotina.


7 DICAS PARA CRIAR UM FILHO RESPONSÁVEL


1 - SEJA O MODELO
Dar responsabilidades para as crianças desde cedo é essencial. Faz parte da educação de valores e de disciplina para a vida. As crianças começam imitando os pais nas suas próprias atitudes e formas de cuidar, arrumar, organizar, limpar, cuidar. Por isso é tão essencial o fazer dos pais, antes de dar essas responsabilidades, pois a criança naturalmente irá imitá-los. De início no seu faz de conta e, depois, na vida real.

2 – PEÇA QUE TODOS PARTICIPEM DAS TAREFAS DO LAR
Os cuidados com a casa devem ser responsabilidade de toda a família, mesmo quando essa família conta com a ajuda de uma empregada doméstica. Cada um na casa deve ter suas tarefas, não pode ficar tudo sob a responsabilidade da mãe ou da empregada. Se a criança cresce vendo o que o pai não precisa fazer nada no lar, vai questionar por que ela precisa participar. Da mesma forma, meninos e meninas devem ter as mesmas responsabilidades. Já se foi o tempo em que esta ou aquela tarefa eram determinadas como trabalho de mulher.

3 – ENSINE O SEU FILHO A CUIDAR DO QUE É DELE
Desde bem pequenas, as crianças devem aprender a cuidar de si mesmas e de suas coisas. Depois de brincar, os pais devem orientar os filhos a guardar e organizar seus brinquedos. No começo devem fazer junto com eles e, depois, deixar que façam sozinhos. Mas é importante usar o discurso certo ao fazer a tarefa junto com o filho: “Não diga me ajude a arrumar os seus brinquedos, porque isso vai mostrar à criança que essa é uma responsabilidade da mãe ou do pai, quando na verdade é dela. O certo é dizer vou ajudar você a guardar seus brinquedos para mostrar como se faz”.

4 – MOSTRE QUE É PRECISO CUIDAR DO QUE É DE TODOS
As responsabilidades das crianças não se resumem apenas às coisas que dizem respeito a elas mesmas, mas também aquilo que é de todos, que é coletivo. “ O importante é mostrar que na família todos precisam colaborar e revezar as responsabilidades”. Portanto, não basta ter seu quarto ou brinquedos arrumados. As crianças também devem participar das tarefas domésticas, como tirar e por a mesa para as refeições, varrer o chão, tirar o lixo, etc.

5 – SAIBA QUAIS AS TAREFAS PARA CADA IDADE
  • Até os 03 anos, você pode ensinar seus filhos a cuidar de seus brinquedos, ajudando-os a guardar e organizar.
  • Dos 03 aos 04 anos- ainda em forma de brincadeira – já dá para começar a ensinar a vestir as próprias roupas, cuidar dos brinquedos e ajudar os adultos na cozinha a pegar objetos que não ofereçam perigo. É importante que o adulto sempre esteja por perto.
  • Por volta dos 04 anos, a criança já pode fazer algo sozinha, como trocar a água do cachorro ou recolher o lixo. Uma sugestão é estabelecer horários para a criança fazer a tarefa, criando assim uma rotina.
  • Dos 05 aos 06 anos, seu filho já pode arrumar o próprio quarto e brinquedos, passar pano para tirar o pó, ajudar a por ou tirar a mesa e molhar as plantas.
  • Entre os 07 e 09 anos, você pode ensiná-lo a atender o telefone e anotar recados, orientando-o sobre como falar com quem está do outro lado da linha. Nessa idade pode ainda ajudar a cuidar de irmãos mais novos.
  • Com 10 a 12 anos, a criança já pode aprender a lavar roupas e ajudar os adultos a cozinhar, sempre com supervisão e cuidados com a segurança. Em famílias com crianças de idades diferentes, é comum que os pais queiram nivelar as atividades pela idade do filho menor, para que todos façam as mesmas tarefas e ninguém se sinta prejudicado. Mas isto não está certo. Os filhos mais velhos devem ter mais responsabilidades, de acordo com sua idade.

6 – NÃO FAÇA PARA SEU FILHO O QUE É TAREFA DELE
Assim como os pais não devem fazer a lição de casa dos filhos, mas ajudá-los em suas dúvidas, não devem fazer as tarefas domésticas das crianças quando elas se esquecem ou se recusam afazê-las. Fazer a lição de casa ou as tarefas pelo filho só prejudica o processo de desenvolvimento e aprendizagem. Pode ser um caminho mais rápido e, aparentemente fácil para os pais, mas no futuro terá consequências prejudiciais para a autonomia da criança.
7 – CONVERSE COM SEU FILHO E ESTABELEÇA REGRAS
Gritar e usar de violência definitivamente não são o caminho para conseguir que seu filho execute as tarefas domésticas e seja responsável. O diálogo é fundamental tanto para os pais compreenderem porque a criança não realiza o que lhe é solicitado, quanto para a criança saber que sempre poderá ter um canal de conversa com os pais. Gritar ou usar qualquer outra forma de violência ou autoritarismo surtem efeito contrário e podem tornar a criança revoltada, agressiva ou arredia à realização de quaisquer tarefas. Quando as crianças são bem pequenas, os pais podem dar reforços positivos a cada tarefa executada. Pra as crianças mais velhas, vale estabelecer as consequencias caso as tarefas não sejam cumpridas


VEJA: MENSAGEM 1

                   MENSAGEM 2










segunda-feira, 21 de julho de 2014


LEMBRAMOS QUE DIA 21/07
 TEREMOS A ENTREGA DOS RESULTADOS DO 2º BIMESTRE 
AOS RESPONSÁVEIS PELOS ESTUDANTES.

PERÍODO MATUTINO A PARTIR DAS 10H
PERÍODO VESPERTINO A PARTIR DAS 16H

AGUARDAMOS A PRESENÇA DE TODOS!

segunda-feira, 30 de junho de 2014

V MOSTRA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
A V Mostra de Educação Ambiental da Escola Municipal Shirley Mª. Lorandi Saurin contou com trabalhos desenvolvidos por todos os alunos da instituição.
O objetivo maior da Mostra é sensibilizar e conscientizar a comunidade escolar para o despertar de uma mudança de comportamento em relação ao meio ambiente.
Os alunos da Educação Infantil ao 5º ano desenvolveram atividades relacionadas ao tema que culminou com a exposição de vários trabalhos, sendo que:
- a Educação Infantil centrou suas atividades na germinação de sementes, percebendo também a importância do solo para as plantas, além das necessidades das sementes para germinar, como: calor, umidade, ar, luminosidade e outros fatores. A importância das plantas para os demais seres vivos também foi abordado.
-  os 1os anos trabalharam com reaproveitamento de materiais, construindo brinquedos com objetos recicláveis. Houve a participação dos pais nesta etapa. Em sala, trabalhou-se sobre os descartáveis, a real necessidade dos descartes e a interferência destes para no meio ambiente;
- os 2os anos desenvolveu um trabalho sobre os animais, enfatizando nome, características, alimentação, habitat, importância e outros. Tal trabalho culminou com a confecção de um “bichonário”. Paralelamente trabalhou-se os animais de estimação evidenciando os cuidados necessários com o animal, a responsabilidade e o carinho para com o bichinho. Um desfile da criança com seu animalzinho de estimação foi o ponto alto desta atividade;
- os 3os anos montaram maquetes abordando subtemas como desmatamento e queimadas; cidade sustentável; propriedade rural sustentável; horta saudável; alimentação saudável e rios com mata ciliar. Este trabalho demonstra a possibilidade de se viver com saúde e objetiva instigar a busca de uma melhor qualidade de vida, agora e no futuro.
- os 4os anos trabalharam a importância dos vegetais para os humanos e a dependência destes, em relação aos vegetais. Deu-se destaque para as plantas medicinais (chás), verduras, frutos e legumes, cereais e sucos naturais.
- os 5os anos realizaram trabalhos envolvendo assuntos diversos. Entre eles podemos mencionar: poluição das águas, desmatamento (causas e consequências), produção de energia eólica e hidrelétrica, captação de energia solar, cadeia alimentar, dengue, para raios entre outras. Todos estes, voltados às questões ambientais.
A organização deste evento foi de responsabilidade da Profª. Marilei Bruning que contou com a colaboração dos demais professores, direção, coordenação, equipe de apoio e dos pais.

 Acreditamos que momentos como este promovem a valorização e a difusão do conhecimento, além de contribuir com o desenvolvimento social, intelectual e com o processo de formação para a cidadania ambiental.







sábado, 7 de junho de 2014


SENHORES PAIS OU RESPONSÁVEIS!
 PROGRAMAÇÃO DA NOSSA FESTA JUNINA,
SÁBADO DIA  07/06/2014
15 HORAS - ABERTURA DA FESTA
15h15min – 2º ano “B” – Professora Erilde
15h20min –  Prés I “B” e “D” – Professora Andrea
15h25min – 4º ano “C” – Professora Diane
15h30min – 2º ano “A” – Professora Maria Eva


15h35min – Sorteio de brindes

15h40min – 2º ano “C” – Professora Neiva
15h45min –3º ano “B” – Professora Maria Rosilda
15h50min – 5º ano “B” – Professora Fabíola


16h- Desfile e resultado dos candidatos a Sinhá e Sinhô.

16h40min – Pré II “A” – Professora Rosemeri
16h45min – 1º ano “A” e “B” – Professora Vera
16h50min - Pré II “C” – Professora Débora
16h55min - 3º ano “A” – Professora Eliane
17h – 5ºs anos “A” e “C” – Professora Rosieli
17h10min – 4ºs anos “A” e “B” – Professora Beatriz e Lucivane


Pedimos que as famílias se organizem (chegando uns 10 minutos antes) para evitar atrasos e não prejudicar a programação das danças. Lembramos que o traje da festa é caipira, com exceção dos já especificados anteriormente, juntamente com a professora.
Esse evento é um momento único, alegre e divertido, que visa a integração da família e escola. Por isso, contamos com a presença de todos. Sintam-se à vontade para virem caracterizados e juntarem-se à nossa festa.

ATENÇÃO:
LEMBRAMOS QUE NA SEGUNDA-FEIRA (09/06/2014) NÃO HAVERÁ AULA.

Atenciosamente,
APM e Equipe Pedagógica
Escola Shirley Lorandi